26/04/2021 às 16h53min - Atualizada em 26/04/2021 às 16h53min

Cestas básicas "ocupam" lugares de fiéis em igreja de Ibiraçu

As quase sete toneladas de alimentos arrecadadas pela Paróquia de São Marcos em Ibiraçu, no Norte do Espírito Santo, foram divididas em 230 cestas básicas

Fonte www.agazeta.com.br
Cestas básicas "ocupam" lugares de fiéis em igreja católica de Ibiraçu. Crédito: Divulgação

Cestas básicas ocuparam o lugar dos fiéis na Paróquia de São Marcos em Ibiraçu, no Norte do Espírito Santo, neste domingo (25). A cena curiosa é fruto da arrecadação de quase sete toneladas de alimentos feita por jovens da igreja e pela Pastoral Familiar. A iniciativa foi realizada em comemoração ao dia de São Marcos, padroeiro do município, e aos 121 anos de existência da paróquia. Os alimentos foram divididos em 230 cestas básicas.

Idealizada pelo padre Paulo Mascarenhas, a campanha teve o apoio da Pastoral Familiar e de movimentos de evangelização jovem da igreja. De acordo com o sacerdote, é uma tradição nas festas da paróquia a realização de ações para angariar fundos para as obras apostólicas. Neste ano, no entanto, decidiram realizar a campanha de arrecadação de alimentos.

"Nas festas da paróquia, a gente faz ações para angariar fundos e aumentar o caixa da paróquia para as obras apostólicas, mas devido a esse desemprego, redução dos salários e da necessidade das pessoas, decidimos não fazer caixa e realizar essa campanha de alimentos", afirmou.

Um dos ajudantes, João Filipe Lombardi, de 25 anos, contou que a iniciativa foi planejada e divulgada durante duas semanas. "Tem duas semanas que a gente está divulgando. Aí neste domingo saímos na rua com a imagem de São Marcos, arrecadando", disse.

A participação da comunidade gerou cerca de 230 cestas básicas com 30 quilos cada, o equivalente a quase sete toneladas de alimentos. A quantia inclui alimentos não perecíveis e verduras, como inhame e abóbora, doados por moradores do interior do município.

Iniciativas como a da Paróquia São Marcos têm sido realizadas em diversas cidades, com o objetivo de arrecadar alimentos e ajudar as famílias carentes que tiveram a renda ainda mais contraída, por conta da pandemia de Covid-19.

DISTRIBUIÇÃO

Segundo o padre Paulo, as cestas já estão organizadas, separadas e serão distribuídas ainda nesta semana para as famílias em vulnerabilidade social nas comunidades do município. "Cada conselho eclesial comunitário tem uma lista de nomes para distribuir os alimentos. Com a lista pronta, cada comunidade se organiza e busca as cestas na paróquia", disse

Link
Notícias Relacionadas »